Terça-feira, 27 de Maio de 2008

A imagem que é preciso dar de Portugal!

publicado por 12b_verdes às 14:11
link do post | comentar | favorito

Rejuvenescimento da população Portuguesa

 

 

 

Rejuvenescimento da população portuguesa vem de fora
Data: 03-12-2003

 

A imigração em massa pode ser a solução para enfrentar os custos em saúde e pensões de uma população envelhecida em Portugal.   

Portugal não escapa à fatalidade do envelhecimento da população, tal como sucede aos restantes países europeus. Em 2021, a população com mais de 64 anos aumentará 14,9% face a 2003, enquanto a população activa e os mais jovens irão regredir 3,5% e 0,3%, respectivamente. A imigração em massa pode ser a solução para enfrentar os custos em saúde e pensões de uma população envelhecida em Portugal.  
 
Em menos de 20 anos, a população portuguesa terá um rosto envelhecido. A população com mais de 64 anos de idade irá crescer quase 15%, enquanto os outros grupos etários assistem a quebras face à população total. As consequências são fáceis de prever: maior ineficiência nos sistemas públicos de saúde e da Segurança Social.  
 
Segundo um estudo da Comissão Europeia, os custos com a saúde em Portugal vão crescer dos actuais 5,4% do PIB para os 6,1% em 2050 e as despesas com as reformas vão chegar a 13,2% do PIB em 2050 face aos 9,8% actuais. O cenário é mais assustador quando se prevê que haverá menos população activa para pagar os custos adicionais do envelhecimento da população.  
 
A população activa deverá cair cerca de 3,5% até 2021, segundo estimativas de um estudo do Observatório da Imigração nacional. Para contrariar este cenário resta ao País apostar na imigração que desde finais dos anos 90 começou a procurar
em massa Portugal. No final deste ano, o número de imigrantes residentes deverá atingir as 500 mil pessoas, ou seja, 5% da população total. Um contingente que está a contrariar lentamente a fraca taxa de fertilidade das mulheres portuguesas e engrossa a população activa nacional.  
 
Mas ainda é insuficiente. Segundo o Observatório da Imigração, para que a população activa portuguesa se mantenha constante face à população idosa será necessário o País ter um saldo migratório de 188 mil pessoas ao ano. Ou seja, quase três vezes os valores observados em 2001 e 2002 – anos de maiores fluxos imigratórios para o País. Cada mulher portuguesa tem em média 1,42 filhos, e na década de
90, a
população entre os 15 e 34 anos teria diminuído se não fosse o contributo dos imigrantes.  
 
Portugal é também um caso diferente em termos de imigração do resto da Europa. Ao mesmo tempo que acolhe “imigrantes tradicionais” pelo factor económico, Portugal também recebe outra espécie de imigrantes. O sol e praia faz de Portugal um destino para imigrantes mais velhos, sobretudo do Norte da Europa. Uma espécie de Florida europeia. E estes imigrantes, com particular destaque para os alemães e ingleses, não ajudam Portugal a rejuvenescer. Antes pelo contrário.  
 

 

publicado por 12b_verdes às 14:06
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Terça-feira, 8 de Abril de 2008

Imagem alusiva a situação demográfica em Portugal

publicado por 12b_verdes às 15:01
link do post | comentar | favorito

...

O ENVELHECIMENTO NA ÁREA METROPOLITANA DO PORTO

António Joaquim Esteves*

José Madureira Pinto*

 

1. INTRODUÇÃO

 

 O envelhecimento populacional é considerado hoje um fenómeno central das sociedades europeias e não menos central no debate político sobre a necessidade de reconversão dos Estados-Providência e a sustentabilidade das formas de Segurança Social. Neste duplo plano, Portugal não constitui excepção. De facto, nas últimas décadas, verifica-se que, no nosso País, tem aumentado significativamente a proporção de idosos na população: de 8% de indivíduos com 65 e mais anos em 1960, passa-se, em 1991, para 13.6%; de 2.7% com 75 e mais anos em 1960, passa-se, em 1991,para 5.4%. A controvérsia recentemente gerada entre nós em torno do Livro Branco da Segurança Social mostra, por outro lado, que o problema está inscrito de forma irreversível na agenda política nacional.

 

Tal como acontece com tantos outros fenómenos, também no envelhecimento as assimetrias regionais são, em Portugal, profundas: enquanto nas regiões do Ave, Tâmega e Entre Douro e Vouga, a proporção de indivíduos com 65 e mais anos era, segundo o Recenseamento Geral da População de 1991, um pouco inferior a 10% (e, portanto, significativamente mais reduzida que o correspondente valor nacional: 13.6%), já nas regiões do Baixo Alentejo, Alto Alentejo, Beira Interior Norte, Beira Interior Sul, Pinhal Interior Norte e Pinhal Interior Sul - envolvendo nada menos do que 59 municípios - a referida proporção ultrapassava sempre os 20%, atingindo mesmo, no último caso, 25.6%. Na Área Metropolitana do Porto o estudo evidencia que este fenómeno tem maior expressão no concelho do Porto (14.8%), em contraste com o contexto de Valongo (7.1%), a par de uma relativa homogeneidade nos restantes concelhos ( 9 % e 10% ).

 

publicado por 12b_verdes às 15:01
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

O que é a Demografia?

  

 

 

A Demografia é uma área da ciência geográfica que estuda a dinâmica populacional humana. O seu objecto de estudo engloba as dimensões, estatísticas, estrutura e distribuição das diversas populações humanas. Estas não são estáticas, variando devido à natalidade, mortalidade, migrações e envelhecimento. A análise demográfica centra-se também nas características de toda uma sociedade ou um grupo específico, definido por critérios como a Educação, a nacionalidade, religião e pertença étnica.

No século XIX, mais precisamente no ano de 1855, Achill Guillard em seu livro Eléments de Statistique Humaine ou Démographie Comparée (Elementos de Estatística Humana ou Demografia Comparada), usou pela primeira vez o termo demografia.

 

publicado por 12b_verdes às 14:45
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

A DEMOGRAFIA EM PORTUGAL

   

A população portuguesa é uma rica combinação de vários elementos étnicos, desde Ibéricos, Celtas, Celtiberos, Lusitanos a Romanos, Suevos, Visigodos e, mais tarde, Mouros. Portugal, incluindo os Arquipélagos dos Açores e Madeira tem uma população estimada em 10.529.255 pessoas (estimativa INE a 31 de Dezembro de 2004), representando uma densidade populacional de 114 pessoas por quilómetro quadrado.

   O idioma oficial, utilizado pela quase totalidade da população, é o Português. O Mirandês é reconhecido oficialmente e ensinado nas escolas do concelho de Miranda do Douro. O seu uso, no entanto, é bastante restrito, estando em curso acções de revitalização.

Actualmente a população portuguesa tem vindo a aumentar, mas com um crescimento natural (natalidade menos a mortalidade) cada vez menor, levando a que o país se encontre envelhecido e não exista renovação de gerações. Por outro lado, a esperança média de vida tem vindo a aumentar, tanto nos homens como nas mulheres, o que tem sido crucial para este envelhecimento populacional. O maior crescimento da população tem-se verificado nos distritos costeiros principalmente Setúbal, Porto, Aveiro e Braga, mas continua a diminuir nos distritos do interior.

Nos últimos tempos a imigração tem vindo a aumentar em consequência da entrada de africanos provenientes dos PALOP, europeus de Leste e sul americanos, principalmente brasileiros, estabelecendo-se principalmente nas grandes cidades portuguesas. A emigração permanente tem-se mantido a níveis baixos, desde a revolução do 25 de Abril de 1974 e com a entrada na União Europeia. Internamente, a migração é dominada pela atracção exercida pelas áreas metropolitanas de Lisboa e do Porto em relação ao resto do País.

 

publicado por 12b_verdes às 14:41
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Gráfico da evolução demográfica em Portugal entre 1961 e 2003

publicado por 12b_verdes às 14:39
link do post | comentar | favorito
Sábado, 15 de Março de 2008

...

FINAL DO SEGUNDO PERÍODO

publicado por 12b_verdes às 13:40
link do post | comentar | favorito

AUTO-AVALIAÇAO DO SEGUNDO PERÍODO

  

 

 Na nossa opinião é notório que o nosso maior esforço e dedicação a este trabalho, deu os seus frutos!

Querendo dizer com isto que evoluimos em termos de trabalho, de informação e de interesse. Concordamos então que  houve um avanço no nosso trabalho e no modo como o gerimos e encaramos. Neste segundo período trabalhamos mais e de forma a que o nosso trabalho fosse mais reconhecido.

   O nosso grupo de trbabalho considera que podemos avaliar este período com uma nota bastante positiva.

   Ao longo deste período conseguimos trabalhar mais sobre o nosso verdadeiro tema , a demografia, e de modo mais coeso e melhorado. O nosso Blog possui agora um maior número de informação e de qualidade.

Temos também a convicção que para o próximo período esta tendência para a evolução vai continuar a ser notória.

publicado por 12b_verdes às 13:31
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 4 de Março de 2008

Análise dos quadros referentes à população residente em Portugal e Vila Nova De Gaia

 

Em Portugal, em termos de população residente, existem 10.599.095 habitantes. Este número está distribuído, não só pelo continente que possui 10.110.271 dos habitantes de portugal, mas também pelo arquipélago dos Açores, que contem 243.018 da população portuguesa e da Madeira que possui 245.806 habitantes.

Em Portugal existem mais mulheres (5.469.158),do que homens (5.129.937).

No continente, habitam 4.893.500 indivíduos do sexo masculino, enquanto que do sexo feminino habitam 5.216.771. Nos Açores habitam 120.414 do sexo masculino e do sexo feminino 122.604 indivíduos.

Na  Madeira, habitam 116.023 indivíduos do sexo masculino. Em relação ao sexo feminino temos 129.783.  

Ao analisarmos o quadro conseguimos detectar que em Portugal predomina a população na faixa etária entre os 25 e os 64 anos.

No nosso país, no total, quanto ao sexo feminino e dentro dessa faixa etária temos 2.880.680 habitantes. E em relação ao sexo masculino, segundo os mesmos critérios temos 2.986.630 habitantes.

 

Em Vila Nova de Gaia habitam no total 307.444 indivíduos.

Quanto ao sexo feminino temos 158.971,em relação ao sexo masculino temos 148.473 habitantes.

Em relação à faixa etária predominante continua a ser a faixa que vai dos 25 até aos 64 anos de idade, tanto no sexo masculino (86.570) como no sexo feminino (91.933).

Quanto aos homens, segue-se a faixa etária dos 0 aos 14 anos, com 25.473 habitantes. Em seguida vem a faixa etária dos 15 aos 24 anos com 18.255 habitantes e por fim a faixa dos 65 em diante com 18.175 habitantes.

Quanto ás mulheres a faixa etária predominante é a dos 25 aos 64 anos de idade com 91.933 habitantes, vindo em segundo lugar a faixa dos 65 em diante com 25.090 habitantes, em terceiro lugar vem a faixa etária dos 0 aos 14 anos com 24.462 habitantes e por fim temos a faixa dos 15 aos 24 anos com 17.486 habitantes.

 

Podemos concluir agora que Vila Nova De Gaia tem conseguido atingir o seu objectivo no que toca na “ atracção” da população mais jovem para as suas emediações e que em Portugal predomina o sexo feminino. Este facto deve-se em muito ao tipo diferenciado de empregos que homens e mulheres levam e também ao próprio estilo de vida e hábitos que homens e mulheres adquiriram ao longo dos tempos.

 

 

 

*Dados enerentes ao ano de 2006.

publicado por 12b_verdes às 14:59
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
28
29
30
31

.posts recentes

. A imagem que...

. Rejuvenescime...

. Imagem alusiva a situação...

. ...

. O que é a Demografia?

. A DEMOGRAFIA EM PORTUGAL

. Gráfico da evolução demog...

. ...

. AUTO-AVALIA...

. Análise dos quadros refer...

.arquivos

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

blogs SAPO

.subscrever feeds